PRÓTESES PARA JOVENS

Em uso desde meados dos anos 90, é uma prótese que substitui a articulação do quadril enfermo, permitindo que pessoas mais jovens mantenham um grau de atividade física bem maior do que com as próteses tradicionais. Além disso, ela preserva o osso do paciente, tornando sua troca mais fácil e menos agressiva. É chamada, cientificamente, de "resurfacing", que significa recapeamento. Essa prótese é colocada somente no local afetado, que é a articulação, e não no canal do fêmur, como as demais. Esse diferencial é importantíssimo, pois temos de levar em conta que uma pessoa de 20 ou 30 anos de idade deverá inevitavelmente ter que trocar o implante no decorrer de sua vida. A desvantagem é que não é indicada para todos os casos, além de requerer um treinamento especial por parte do cirurgião, pois a precisão da técnica é essencial para a obtenção de bons resultados.

 
     
  Web Design Labore Comunicação